Quando devo comprar uma aeronave?

 

 

Segundo os americanos, que são os reis das estatísticas e pesquisas, você só deve comprar uma aeronave se precisa voar mais de 10 horas por mês. Segundo eles, se você necessita voar até 5 horas por mês, é melhor fretar uma aeronave. Se usar de 5 a 10 horas por mês, então a melhor solução é entrar em um programa de compartilhamento. Só acima de 10 horas por mês é que os custos e a disponibilidade compensariam você ter sua própria aeronave.

Bom, isso pode ser verdade lá por aquelas bandas. Aqui nos trópicos a coisa é bem diferente. Afinal, nos EUA qualquer cidade com pelo menos cinquenta mil habitantes é servida (e bem!) por um transporte aéreo regular. Aqui no Brasil, entretanto, um país com 5.570 municípios, apenas 121 têm algum transporte aéreo regular. E mesmo assim sem a necessária interconectividade.

Ontem mesmo atendi um “paciente” que me ligou desesperado:

–  “Doutor (adoro quando me chamam de “doutor”, me sinto o verdadeiro médico para distúrbios aeronáuticos!) estou acabado! Moro no Recife, e minha melhor filial fica em Barra do Garças. Tenho que ir lá quase toda semana e gasto um dia para ir e outro para voltar. Saio de madrugada e só chego a noite. Não aguento mais!!”

Eu falei: Calma, meu senhor. O senhor está sofrendo de deficiência da malha aeroviária. Mas tem cura. É só comprar um avião. Um Citation CJ2, por exemplo, faz esse trajeto em 2:40 horas, e o que é melhor: na hora e dia que você quer.

Pelos padrões americanos, provavelmente esse infeliz paciente seria posto num programa de propriedade compartilhada. No Brasil não temos ainda esses programas fora do eixo Rio/São Paulo. Assim, a compra de uma aeronave é a única solução.

A hora certa de comprar uma aeronave é quando você sente que não consegue crescer o seu negócio sem uma solução rápida de deslocamento. É o chamado custo de oportunidade. É necessário fazer esse investimento para obter maior produtividade e lucratividade.

A primeira aeronave a gente nunca esquece!!

A primeira aeronave a gente nunca esquece!!

 

Assim como outras coisas na vida, a primeira aeronave que se compra a gente nunca esquece! Seja pelas boas lembranças, mas as vezes pelas más recordações…

Como qualquer ativo de alto valor agregado, a compra de uma aeronave deve ser assessorada por profissionais experientes, com idoneidade e independência para assegurar ao comprador a melhor opção e o melhor negócio.

Em sua grande maioria, as pessoas que nos procuram para a compra de uma aeronave o fazem pela primeira vez. Essa decisão muitas vezes vem em função da necessidade de deslocamento do cliente por razões profissionais. São empresários que expandem seus negócios para locais de difícil acesso, ou onde as conexões aéreas são poucas e precárias. Atualmente, dos 5.561 municípios no país, apenas 121 são servidos por transporte aéreo regular. E mesmo esses 121 destinos não são integrados. Exemplificando, para se ir de Maringá, no Paraná, para Imperatriz, no Maranhão, o empresário teria que fazer uma “volta ao mundo”, conectando em locais como São Paulo, Brasília e São Luiz. Isso gera uma enorme perda de tempo e eficiência.

Para que você possa comprar a aeronave certa é importante definir qual a missão que ela deve atender. Questões como distância, número de passageiros, frequência desejada, tipos de pistas disponíveis são fundamentais para definir a aeronave mais adequada. A correta estrutura legal e financeira também são fatores primordiais para a aquisição de uma aeronave. Igualmente importante é montar uma operação adequada para operar a máquina e mantê-la.

Por todos esses aspectos, quando for comprar procure a assessoria de profissionais experientes para que você possa ter sempre boas lembranças da sua primeira aeronave, e também das posteriores!